ICCA celebra exílio de Iemanjá

ICCA celebra exílio de Iemanjá

04/01/2017

O ICCA, como vem fazendo nos últimos anos, celebrou no dia 29 de dezembro um pré-Réveillon em sua sede histórica da Urca, em frente à praia. A homenagem do pré Réveillon no Instituto acolhe personalidades e artistas relevantes da cidade e se destina a resgatar a brutalidade adminitrativo-cultural da Prefeitura do Rio que, acerca de 20 anos, pulverizou a festa de Iemanjá nas areias da Avenida Atlântica. A partir da instalação do super mafuá nas areias de Copacabana para o Réveillon, a bela festividade, que celebrava apenas com milhares de velas, muitos cânticos, tambores ancestrais, e discreta quantidade de fogos e também de pessoas, foi destruída sem dó nem piedade. A Avenida Atlântica perdeu uma tradição que encantou o mundo durante décadas, construíndo-se a partir de então uma mega festa com dois milhões de pessoas, infelizmente sem previsão estratégica de serviços, banheiros, alimentação, transportes, emergências, etc.

COLUNA GENTE BOA, SEGUNDO CADERNO DO JORNAL O GLOBO, PUBLICADO EM 1 DE JANEIRO DE 2017

Clique aqui para ler a matéria publicada no Jornal O Globo: http://blogs.oglobo.globo.com/gente-boa/post/festa-para-iemanja-na-urca.html

Leia crônica sobre o assunto no link abaixo:

http://institutocravoalbin.com.br/acontece/fe-festas-e-fatos/